Sunny Days

Então, no Sábado lá foi o dia da bênção. Não que eu me sinta particularmente abençoada, digamos. Não religiosa que sou, muito menos batizada, a cerimónia religiosa, em si, nada me disse de especial. Também garanti um lugar especial no inferno porque sorvi uma cerveja fresca e acendi um cigarro, enquanto falava o padre. Mas a alma é sempre pura.

Contudo, sinto-me abençoada, na medida em que a tarde toda me fez feliz. Eu já tinha saudades do sol do Algarve, confesso. Apesar daquela noite, quente e húmida, me ter estranhado, foi bom dormir sem lençóis, com a familiaridade daquela cama, que foi a minha cama durante anos. Os lençóis, já eu os conhecia. E a casa farta de alegria. O petiz mais novo da família, que entre choros de espanto, medo e incredulidade, entre gargalhadas que só ele consegue fazer e entre gugus e dádás, lá foi enchendo o coração de toda a gente (e os ouvidos). No dia da bênção, propriamente dito, o calor ainda se fazia sentir: era verão no Algarve. E assim, ao calor e alimentados pela brisa quente, que fomos almoçar (e que rico almoço!) e, mais tarde, nos dirigimos ao estádio. Toda aquela cerimónia teria sido uma autêntica seca, confesso aqui, se as minhas duas almas não tivessem lá estado, comigo. Entre risos, cola e troca de fitas, cumprimentos e  sorrisos nostálgicos, de quem ainda que pense o contrário, vai sentir falta disto e destas pessoas. E assim foi. Com a família a passar uma seca um bocadinho maior, lá se passaram as três horas em que foram lidos salmos e passagens bíblicas, para as quais eu não  prestei qualquer atenção – confesso. Mas prestei atenção ao orgulho que emanava daquele estádio e que tornava o ar pouco respirável. Ao orgulho que vinha das bancadas, em ondas magnéticas que nos transmitiam boas-energias. Ali não havia ninguém que era mais ou menos que ninguém. Ali havia apenas iguais. Estávamos lá todos pela mesma razão: acabámos – uns mais, outros menos, mas isso não importa -, uma fase importante da nossa vida e temos o direito de encher o peito, ainda que por três horas de um dia solarengo, e agitar as pastas no ar! Fitas de múltiplas cores, umas com desenhos, outras escritas de ponta-a-ponta. Não interessa quem nem o quê: naquele momento, éramos vencedores. E os que se sentavam nas bancadas, tinham orgulho em nós. Estavam lá para nos ver brilhar e, por aquelas horas, esqueceram que o futuro não nos reserva o mar de rosas que eles queriam que reservasse. Mas não foi tarde de pensar nisso. Foi tarde de lembrar os três anos passados e esquecer um pouco o futuro.

Tinha saudades do Algarve, tenho saudades do calor, que mal aqui pus os pés, o sol não me aqueceu, ainda que brilhasse. Não é a mesma coisa, mas eu não gosto sempre da mesma coisa. E, por agora, esta é a coisa boa, certa.

Estou serena, com isto. A folga foi pequena e queria ter passeado mais, visto mais, vivido aquele verão em pleno. Levar os pézinhos gorduchos do Lourenço à praia. Namorar mais, com os raios a incidir-me e a colorir-me a pele. Lisboa empalidece-me.

Mas esses dias hão-de chegar e, por agora, é aqui que eu e quedo, é aqui que eu me sinto bem.

O que o futuro nos reserva? Não sei. Mas não sei se quero ter essa certeza, agora. Hoje, quero que o dia continue a correr bem, quero agradecer às pessoas que gostam de mim e que me apoiam, mais ou menos, mas que lá estão. Hoje, quero sair da redação, olhar para o céu e ver o azul e o branco das nuvens, brilhar e cantar. Ler, ouvir música, respirar Lisboa, que ainda que me vá acolher por mais tempo, já o sinto escorrer-me pelos dedos.

Hoje, não sei onde irei estar daqui a um ano. Mas sei que hoje, estou melhor do que há um ano atrás pensei que iria estar. E assim é que eu estou bem.

 

xoxo, C.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s