Book Review – 1984, George Orwell

Finalmente, acabei de ler 1984, de George Orwell. E o veredito é: ADOREI!

Sim, mal comecei a ler, logo chegaram os comentários de amigos e conhecidos que também tinham lido a obra. Recebi muitos “vais gostar, é muito boa”, mas também alguns “desiludiu-me; é grande e confusa”. Confesso que ambas opiniões não me toldaram a visão e li o livro como se nunca tivesse ouvido falar dele. Mas, a verdade, é que já tinha ouvido. E toda a gente sabe que é um dos grandes clássicos, se assim se pode chamar, da língua inglesa. E era aquele livro que eu queria e tinha de ler. E li. Em menos tempo do que achei que ia conseguir, dadas as circunstâncias.

Não é um livro fácil, admito. Não é um Fitzgerald, como o que lera anteriormente, nem um Bram Stroker. Muito menos um Pittigrilli. É Orwell e a sua sociedade oligárquica, que o autor cria, para nos fazer entender o regime totalitário e repressivo. Mas, ao contrário do que eu pensara de início, não é um livro histórico e pesado. A narrativa envolvente e em especial a personagem de Winston Smith, dá mais leveza à história. Também, o facto de vivermos em democracia e abominarmos O grande irmão, embora compreendamos muito pouco, faz com que se torne mais fácil a leitura.

Mas não deixa de ser daqueles livros que entristecem, confesso. Sem ser spoiler, o final, embora nada tenha deixado a desejar e tenha sido o colmatar perfeito, é bastante cru e verdadeiro. Não há pózinhos de encantar nem glitter cor-de-rosa.

Enfim, mais uma vez sinto o vaziozinho de acabar a leitura, mas que já preenchi com uma nova adição: The Catcher in the Rye ou, em Português Uma agulha no Palheiro (agora traduzido para, “À espera no centeio”), de J.D. Salinger. O tal livro que inspirou o maníaco Mark Chapman a assassinar John Lennon. Este é, aparentemente, o livro que leva muitos maluquinhos a fazer muita maluquice, mas isso é pano para outra crónica.

Inté, mané 🙂

Vejam aqui a/as minha/as listas de livros lidos, por ler e em leitura, no goodreads 😉

Este slideshow necessita de JavaScript.

P.S.: Mais uma vez, com excepção das últimas três, as restantes fotografias não me pertencem.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s