[to beard, or not to beard]

image

é tudo uma questão de pêlo: de tê-lo ou de não tê-lo.
hoje em dia ostentar uma barba é moda, mas começou muito antes e por outros motivos. pêlos faciais eram, mais do que moda, sinónimo de masculinidade e virilidade, sabedoria e potência sexual.
sim, claramente que esses não eram os únicos pelos que os homens ostentavam, mas ainda assim… a partir daí, todos os homens de H maiúsculo quiseram uma barba.
está cientificamente provado, algures por alguma faculdade americana, que as mulheres se sentem mais atraídas por homens com pelos faciais. mas tende atenção: quando digo pelos faciais, refiro me a algo como António Varições e nada a ver com Michael Cera.
ou seja, uma barba hoje em dia passou a ser um culto. todo o homem sonha com um barbaçal como este, ou este. especialmente se acompanhada por um daqueles penteados da moda (que eu cá dispenso). hoje em dia, muito homem escreve ao pai natal a pedir uma barbicha, ao invés de um relógio ou de uma lancha voadora. B&B é o que eles querem: barba e babes.
mas esta coisa de ter uma barba não é tarefa fácil, desenganem-se. a barba é como um little pet, precisa de ser bem tratada, acariciada, precisa de amor. e de mimos, de muitos mimos, para crescer forte. são mitos mas eu cá acredito que cabe a todas as mulheres mimar a barba do seu homem.
mas não se enganem, ladies and gentleman, isto de ter barba não é para qualquer um, felizmente. há homens e homens a quem a barba assenta, ou não. como disse, um dia, uma sábia colega minha, a barba é o photoshop da vida real para muitos homens, nowadays. para outros, fica só ridícula.
querem melhor combinação?! barba e tatuagens!!! de-lí-rio total. ninguém resiste a um homem de barbaçal farfalhudo e tattoos hardcore. nada daquelas tatuagens a dizer amor de mãe ou o nome de uma qualquer ex namorada psicótica. falo de umas sailor jerry, tatuagens oldschool. mas falamos de tatuagens noutro post, já vos devo essa há muito tempo.
Agora a grande questão, de um milhão de euros: a barba faz o homem, ou o homem faz a barba?
depende do homem, depende da barba. mas eu cá acho que muita barba faz muito homem. no fundo o que conta é a barba interior. o homem másculo, viril interior. se esse homem passar cá para fora, em forma de pelos faciais tanto melhor. eu não me queixo. e até aquece no inverno. o homem e a mulher.

xoxo, C.

image

image

Anúncios

One thought on “[to beard, or not to beard]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s