[referendo à humanidade]

Com que então hoje é dia mundial da liberdade. E eu pergunto: onde? Qual liberdade?
Ouvi hoje numa rádio que, há quarenta anos atrás, nem todos os portugueses tinham liberdade. É verdade. Mas hoje, quarenta e pouco anos depois, nao vejo todos os portugueses com igual liberdade.
Há uns dias atrás fomos todos unidos por uma causa estrangeira, embora europeia e, unidos, fomos todos Charlie nas redes sociais. Hoje, não nos importamos com a liberdade do nosso lugarinho ao sol, quando decidimos que nem todos podem ter uma família. Quando decidimos que as crianças não têm direito a um lar porque nao coincide com a nossa ideia de normalidade. Direito à família não é tão importante como a destruição de um jornal? e essa liberdade?! não é igual para todos? ou são só os heterossexuais que têm direito a toda essa liberdade e a todos esses direitos que reclamamos, diariamente, nas redes sociais?
acho uma hipocrisia desmedida, só nos revoltarmos para aquilo que fica bonito. mas agora pergunto-me, pergunto-vos, quem somos nós para tirar o direito à família de alguém? homossexuais, transexuais, bissexuais não conseguem dar amor? Carinho? Um lar? É apenas uma característica hetero?
privamos crianças do direito a uma vida boa, com amor, porque somos preconceituosos. Mas a última vez que vi, eram mais os casais heterossexuais, as ditas “famílias tradicionais” que maltratavam os filhos, que lhes batiam de cinto, que os mandavam para a cama sem comer. Eram as mães que ignoravam o padrasto que violava a filha… Mas são famílias normais, porque para os olhares alheios, continuava a ser um homem e uma mulher.
preocupados com os meninos serem gozados na escola por terem dois pais ou duas mães? E que tal ensinarem os vossos filhos, irmãos, sobrinhos que é normal e até preferível ter dois pais ou duas mães a não ter nenhum?! Que o amor nao se define pela escolha sexual de um progenitor? Que a diferença é aceitável e bonita? São conversas que nao custam, mas privar pessoas de um direito é desumano. É repudiável.
Ainda há pouco tempo fomos todos Charlie, antes disso fomos todos macacos… Mas não me lembro de sermos todos HUMANOS, todos os dias. Não apenas quando convém.

image

image

Cláudia Oliveira.

Anúncios

2 thoughts on “[referendo à humanidade]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s