[DES(h)umano!]

Estava a refletir neste caso recente das adolescentes que se estão a auto-mutilar em prol de uma banda que perdeu um membro (a bem dizer, o miúdo ficou rico o suficiente e bazou, talvez por não aguentar mais os histerismos delas, mas enfim…) mas, mais importante do que meia-dúzia de miúdas anormais são casos como este: casos em que os animais sofrem na mão do homem porque assim nos convém. casos em que o nosso capricho é maior do que uma vida. casos em que achamos que estamos acima de tudo e de todos e que podemos usar e abusar dos outros – nossos iguais – porque somos “seres pensantes”. só que, aparentemente, somos seres que pensam mas que não sentem. talvez, quando nos deram a capacidade de pensar, tiraram-nos a capacidade de sentir amor, empatia por outrem.é aí que entra o desumano do que fazemos aos da natureza, aos outros habitantes deste mundo. eles não são nossos para usar e abusar como queremos e nos apraz! não são nossos para que os usemos como enfeites de circos, para que os exploremos em acrobacias, truques e jardins zoológicos. não são nossos para maltratar, passar fome, sede e tortura.temos de aprender que os animais não são nossos, não nos pertencem e têm direitos iguais aos nossos. DIREITO À VIDA, acima de tudo, digna e em boas condições. Direito à saúde, à alimentação, à família! direito s uma defesa justa! direito a serem tratados como filhos desta terra, assim como nós! não podemos agir como se fosse nosso direito usá-los, dizer-lhes o que fazer, onde comer, como dormir… comê-los até. explorá-los.da mesma forma que é errado fazê-lo com humanos (porque, dizemos, é desumano), é errado fazê-lo com animais. é errado fazê-lo com quaisquer ser vivo! porque é assassinato, puro e duro e somos assassinos!qual a diferença entre matar um urso à fome, ao frio, torturá-lo dias e noites a fio, sem luz, sem meios de sobrevivência e fazê-lo a uma pessoa? o que torna uma coisa aceitável e outra não?o que torna matar animais à fome e crianças?tirar a pele e o pelo de bichinhos e de pessoas?porque um nos torna psicopatas, assassinos e serial-killers com uma particular obsessão, outro torna-nos apenas trabalhadores para uma marca de vestuário/calçado/etc.que diferença faz um circo com animais e um circo de pessoas, a serem chicoteadas constantemente e com carências básicas?!


Tailandia_ursokwan1


Quando li a notícia, tinha uma réstea de esperança que o Kwan se iria salvar. sabia, no meu peito, que iria ser mais um daqueles casos maravilhosos em que o Homem – o resto de homens bons da humanidade – conseguia salvar uma vida que ele próprio, em segunda-mão, ajudara a matar… só que li, algures no meio do texto, que Kwan não resistiu e faleceu. E isso partiu-me o coração. Afinal, nem sempre há esperança porque às vezes é tarde demais. É demasiado tarde para ajudarmos quem contribuimos, todos os dias, para matar. É tarde demais uma alma boa ajudar a salvar o que dezenas de assassinos perpetuaram durante dias, meses, anos. Tornou-se muito tarde para o Kwan, como todos os dias, a cada minuto que passa, se torna demasiado tarde para todos os outros animais em situações iguais ou piores que não têm voz para se queixar. Que não têm quem os defenda, quem lute por eles, quem os veja como iguais a nós, como nossos irmãos, companheiros.


Tailandia_ursokwan3

Tailandia_ursokwan4


Deixa-me profundamente triste que nos preocupemos demasiado com coisas básicas e leves (como essas míudas de 16 anos, numa fanbase que eu nunca hei-de entender) e que fechemos os olhos à realidade à nossa volta, que é a da maior violação de direitos do mundo!Deixa-me triste que falta entender a tanta gente que, mais do que a igualdade entre homem e mulher, hetero/homo/bi/trissexual, trangéneros, pretos, brancos e ciganos, russos, chineses etc, precisamos da igualdade entre o Homem e o Animal. Porque o Homem é um animal e o animal é um ser pensante como nós. Mas, mais do que pensante, é um ser que SENTE como nós. Dor, amor, amizade, tristeza… só acredito que não saiba o que é o ódio e por isso ainda confia em nós. Acredito que não guarde rancor, apenas medo e por isso teme em se aproximar, às vezes. Mas é o único ser – esses animais chamados por nós “irracionais” – que sabe realmente perdoar e esquecer. É melhor do que todos nós por isso. Nós somos os errados, os que estão mal, os que destróem. E vai-me sempre fazer doer o coração a forma como tratamos estes nossos iguais que não podem dizer de sua justiça com palavras. Mas, olhando para as imagens – CHOCANTES, TERRÍVEIS E DOLOROSAS -, sabemos que não é necessário palavras para mostrar a sua dor.O Kwan morreu e com ele muitos mais morrerão. Entretanto, vamos sendo todos charlie, vamos sendo todos N coisas que não interessam, quando devíamos ser todos HUMANOS, todos pela humanidade, pela natureza, pelo AMOR. quando devíamos todos ser respeito pelo outro, pela vida do outro, pelo direito universal do outro.Seja o outro de 2 ou 4 patas. homem ou urso. que racionalize ou não. o que interessa é o que sentimos. E todos sentimos.


Tailandia_ursokwan7 Tailandia_ursokwan5 Tailandia_ursokwan6


não são imagens bonitas, pois não? a realidade também não é bonita e, a verdade, é que a maior parte das pessoas prefere ignorar e não ver. mas não é por isso que deixa de acontecer. ignorar não é a solução e, a não podermos fazer mais, que mostremos e que nunca façamos igual!
notícia aqui.


c.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s