[tudo o que quero]

estou cansada da rotina. quero férias, quero descanso. quero dias na piscina, quero banhos de sol e de luar, quero os meus amigos, eu e o meu amor à volta de uma fogueira, numa praia.

quero cocktails com álcool e não ter de conduzir para casa. quero beijinhos sujos e mãozinhas gordinhas do meu sobrinho, na praia. quero bikinis e fatos-de-banho e toalhas com areia.

quero cabelos lindos pela água do mar, quero peles salgadas.

mas quero mais que isso: quero o Porto, quero concertos, quero noites longas e adormecer a olhar para as estrelas. quero Amesterdão, andar de bicicleta o dia todo, coffee shops e erva. quero Angola, quero Luanda, quero África.

Quero dinheiro na carteira, um coração livre e uma mente solta. Quero viver, sentir ventos e aromas estranhos como se fossem de família. quero ficar em mim noutro lado qualquer.

hoje só quero aquilo que não posso ter – como dizia Variações, “porque eu só quero ir aonde eu não vou”.

mas sabem? sonhar é o primeiro passo para ir. fora de mim, já fui.